Resenha - Como falar dragonês (#3)

Terceiro livro da série Como treinar seu dragão

Livro: Como falar dragonês
Autora: Cressida Cowell
N° de páginas: 240
Editora: Intrínseca
Faixa etária: 8 - 12
Nota: 5/5

Sinopse: "Soluço Spantosicus Strondus III foi o mais grandioso herói já visto em todo o território viking. Ele era bravo, impetuoso e muitíssimo inteligente. Mas até mesmo os grandes heróis podem ter dificuldades no começo. Principalmente se têm como companheiro um dragãozinho teimoso e mal-educado. Nessa aventura, o dragão Banguela foi capturado, um nanodragão está prestes a virar refeição de romano e Dragões-tubarões estão à solta. Mais uma vez, os vikings precisam de um salvador... Soluço."

Vamos embarcar em mais uma das aveturas de Soluço ?? Então vamos nessa!! Como se pode ler na sinopse, Banguela foi capturado !! Aconteceu assim: Soluço estava na sua aula de Como Abordar uma Nau Inimiga e tinham construído seu próprio barco (que obviamente não poderia ser normal, o barco não era como os outros, era redondo e quando posto ao mar ficava rodopiando), eles teriam de ficar vagando por aí até achar o barco dos pescadores e abordá-los, mas Soluço, Perna-de-peixe e Banguela acabam de desviando e indo parar onde a água era morna... na água onde viviam os Dragões-tubarões, desesperados, tentam sair de lá, até que avistam um navio, que Perna-de-peixe, em seu momento de desespero, diz ser um barco de pesca e sobe no "barco", depois de já lá em cima eles percebem que era na verdade um navio de romanos, romanos ladrões de dragões, os romanos pegam Perna-de-peixe, e Soluço se esquiva para um canto bem escondido, onde possa ver o que estava acontecendo sem ser visto, os soldados romanos levam o Perna-de-peixe para a cabana do Cônsul Gordo, e Soluço fica bolando um plano para pegar Perna-de-peixe ao mesmo tempo que ouvia o plano Diabolicamente Astuto dos romanos para conquistarem a Tribo dos Hooligans e a Tribo das Ladras do Pântano, então decide criar uma distração e joga uma Lagartixa Elétrica no Cônsul Gordo ( e acaba salvando o nanodragão que este estava comendo, que por um acaso era o nanodragão rei e por Soluço ter salvado sua vida ele lhe concede um desejo ), mas acaba sendo descoberto pelo General Magro ( que por um acaso é o Alvin, O traiçoeiro ), então ficando sem saída Soluço grita por Banguela ( que estava no barco defeituoso de Soluço, fazendo greve e murmurando um "Ninguém me Ama" ), Banguela vai ao socorro e Soluço liberta os dragões capturados de suas jaulas, porém o General Magro pega seu caderno de Como Falar Dragonês ( caderno que Soluço estava escrevendo - ele era um dos únicos que sabia falar dragonês, a língua dos dragões ), mas Soluço resiste e o caderno parte ao meio, dando parte das informações de como entender os dragões ao General Magro, Soluço e Perna-de-peixe conseguem fugir, mas Banguela acaba sendo capturado. Sem opções Soluço e seu amigo voltam a Berk, onde relatam a captura de Banguela a Stoico, Chefe da Tribo dos Hooligans e pai de Soluço, porém Stoico se recusa a mandar navios em resgate ao Banguela, então Soluço e Perna-de-Peixe partem sozinhos, mas acabam sendo capturados e levados ao Forte dos romanos onde ficam presos nos calabouços, mas descobrem que Banguela também estava preso lá e fazem uma nova amizade, Camicazi, filha da chefe das Ladras do Pântano, esta é uma menininha magra e de cabelos louros bagunçados, porém maneja a espada tão bem quanto Soluço e é mestre na arte do roubo e da fuga, juntos e com ajuda do desejo concedido pelo nanodragão eles conseguem escapar em um balão de ar ( da qual o fogo era produzido por um dragão ), mas Alvin se prende ao balão e cai na água junto com os dragões-tubarões... E enquanto isso uma vorpente venenosa deixa cair uma gota de veneno mortal no balão...

Ficou curioso ?? Eu também !! O livro seguinte aborda a questão da Vorpente Venenosa... Adorei como a autora puxou um assunto ao outro.
Parece que esse Alvin é resistente hein ? Soluço derrotou ele em Como Ser Um Pirata, mas ele continua vivo...

Bom, foi isso gente... Espero que tenham gostado, bjs e até a próxima !

Maria Clara

0 comentários:

Postar um comentário