Resenha - Susurro - Hush, Hush

Livro: Sussurro
Autor(a): Becca Fitzpatrick
N° de páginas: 259
Editora: Intrínseca
Faixa etária: +14
Nota: 3/5

Sinopse: "Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Grey, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurre para ela. Não até a chegada de Patch.
Com seu sorriso tranquilo e olhos que parecem enxergar dentro dela, Nora é atraída por ele contra seu bom senso. Mas após uma série de acontecimentos aterrorizantes, Nora não sabe em quem confiar. Patch parece estar onde quer que ela esteja, e saber mais que ela do que seus amigos mais íntimos.
Ela não consegue decidir entre cair nos braços dele ou correr e se esconder. E quando tenta encontrar algumas respostas, ela se acha próxima de uma verdade que é bem mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Pois Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que caíram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada poderá custar sua vida."


Sinceramente? Tudo mundo diz que adorou esse livro. Minha opinião: protagonista chata, melhor amiga fresca. O melhorzinho desse livro é Patch, mas mesmo assim... O personagem tinha tudo para ser perfeito, mas não é. Sei lá, tanto mistério e essas coisas enjoou, e o livro é meio dramático.

Nora Grey é a típica garota nerd, sem muitos amigos, nada popular, "enfurnada" em estudos. E ai, o garoto novo misterioso e com ar de "não tô afim de papo" que é lindo e não conversa com ninguém começa a se soltar com ela. Ela começa a gostar dele, ele dela, apesar de sua intenção no príncipio ter sido matá-la, bláblá, e aí ela descobre que ele é um anjo. Iuupi. Ela descobre que essa relação pode ser perigosa (nãaaaaao, sério?) quando pessoas tentam matar ela, como um lunático com máscara de esqui e um anjo da morte apaixonada por seu namorado. Conclusão: o anjo da morte acaba sem as asas e o doido com máscara de esqui morto (não, claro, depois dela descobrir ser descendente dele, a raça neflim - filhos de anjos com humanos). Ah, claro que tem outro para competir com Patch, não que faça diferença porque no final ele acaba no hospital mesmo.

Bom foi isso, não me matem fãs da série, mas os personagens não me cativaram, principalmente a protagonista.

Opinião da minha mãe: Basicamente a mesma que a minha, mas ela daria nota 2.

Bjs

Maria Clara

0 comentários:

Postar um comentário