Conversinha - Para onde ela foi

Ai ai ai

Odeio ler livros e odiá-los! kkkk

Olha, o primeiro Se eu ficar, não foi uma Brastemp, mas pelo menos deu pra ler direitinho, esse confesso foi puxadoooo, e da página 100 em diante comecei a pular parágrafos inteiros para ver se o negócio fluia, pq a historinha super maçante e totalmente sem graça!

Ah gentemmm, me poupe! Se não tem nada de interessante, nem escreve vai...fica no primeiro mesmo que tá bão demais, kkkk

Não vou me estender demais, mas já aviso, NÃO PERCA SEU TEMPO! Se vc leu o primeiro me fala que eu te conto o final, apesar q não precisa ser nenhum gênio pra saber...





Até a sinopse é ruim (*afff)

Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.

Bom, então é isso por hoje, bora partir pro próximo e torcer para que seja bom!

bjsss

Leila

<3

0 comentários:

Postar um comentário