Conversinha - Extraordinário

Olá pessoal

Enfim um livro que não me decepcionou, apesar de ser infanto-juvenil, é de uma sensibilidade incrível, com uma narrativa envolvente e muito cativante. Amei demais!

Impossível não se apaixonar por esse menininho "que o universo não ajudou" que nasceu com tantos problemas, causa espanto ao se olhar, mas tem um coração imenso e uma bondade ímpar e inigualável!

Amei a forma como a autora escreveu, dando vozes à todos as personagens principais, intercalando-as e nos fazendo ver como cada um via a situação e como viam Auggie.
Amei Via (Olívia) a irmã de Auggie, uma adolescente super cabeça e que realmente ama o irmão, apesar de alguns draminhas de consciência, sempre acabou fazendo o melhor e sendo uma boa pessoa e uma ótima irmã.

Quem não queria ter pais como os de Auggie, super carinhosos, protetores, preocupados e tão gente boa!!! Nota 10 para os dois!

E é lógico, não poderia deixar de mencionar Daisy a cadelinha da família e a forma como Auggie enxergava seu coração, pois ele sabia que para Daisy ele era normal, não era feio, não era deformado e nem diferente.

SUPER INDICO! alías, digo mais, devia ser uma leitura obrigatória a todos.

Extraordinário - August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.


Bom, com esse livro cumpro a minha meta Livro sick-lit do projeto Leitura Mágica, agora preciso correr e ler a distopia, que será Incendeia-me!

2 comentários:

  1. Leila
    Também adorei ! Uma história que todos deviam ler, bjs

    ResponderExcluir
  2. Livro maravilhoso, super leve e divertido. Impossível não se apaixonar por Auggie e sua família!
    Adorei a resenha e parabéns pelo blog!
    http://respiramoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir