Conversinha - O palácio da meia-noite

Olá pessoal

Olha eu aqui com o primeiro livro de agosto e o 15º livro lido da Maratona Literária de Inverno, consegui cumprir a meta estipulada de 15 livros.

Escolhi Zafón, O palácio da meia-noite por ser também uma proposta lá do Leitura em Grupo e porque os outros dois que li dele gostei bastante, mesmo sendo juvenis, masss.....não gostei desse não!

Achei a trama fraca, personagens sem graças e tudo meio sem emoção, uma leitura meio estática do começo ao fim, sem nenhum "óoooó" no meio, rs...ou seja, não me diverti lendo, foi um livro que passou sem deixar nenhuma impressão. Uma pena!

Porém não vou desistir do autor, sei que o outro que tenho aqui, Luzes de Setembro, é bom, pois Clarinha leu e gostou e as meninas do grupo também leram e falaram que é o melhor dos três da série da névoa. Mas vou dar um tempinho para depois lê-lo, agora quero ler um livro lindo (ainda vou escolher qual, kkk).

O Palácio da Meia-noite - Ben e Sheere são irmãos gêmeos cujos caminhos se separaram logo após o nascimento: ele passou a infância num orfanato, enquanto ela seguiu uma vida errante junto à avó, Aryami Bosé. Os dois se reencontram quando estão prestes a completar 16 anos. 

Junto com o grupo Chowbar Society, formado por Ben e outros seis órfãos e que se reúnem no Palácio da Meia-Noite, Ben e Sheere embarcam numa arriscada investigação para solucionar o mistério de sua trágica história.

Uma idosa lhes fala do passado: um terrível acidente numa estação ferroviária, um pássaro de fogo e a maldição que ameaça destruí-los. Os meninos acabam chegando até as ruínas da velha estação ferroviária de Jheeters Gate, onde enfrentam o temível pássaro.

Cada um deles será marcado pela maior aventura de sua vida. Publicado originalmente em 1994, O Palácio da Meia-Noite segundo romance do fenômeno espanhol Carlos Ruiz Zafón traz uma narrativa repleta de fantasia e mistério sobre coragem e amizade. 


Bom...então é isso!

beijosss

0 comentários:

Postar um comentário