Conversinha - O rouxinol 06/52

Olá pessoal

Voltei para mais uma conversinha e preciso dizer que estou aqui desidratada, emocionada, extasiada e meio sem chão após terminar esse livro simplesmente perfeito da Kristin Hannah - O rouxinol!!!

Para começar você não sabe quem está narrando a história até ler o último capítulo! Já xonei nisso, porque fiquei ligada o livro todo tentando identificar quem era o narrador (lógico que só podia ser uma de duas pessoas, mas que não vou contar para não dar spoiller).

Segundo que percebi um amadurecimento na construção dos personagens em relação aos outros dois livros que já li da Hannah (Jardim de inverno e Até você voltar), nesses eles são tão mais reais, tão mais próximos da gente, como se fosse minha irmã ou minha vizinha de verdade! Realmente "espetacular".

Quem acompanha minhas conversinhas sabe que gosto muito dessa temática, que vira e mexe um desses livros me arrebata, como A menina que roubava livros me pegou em 2014, Toda luz que não podemos ver ano passado e lógico estamos só na primeira quinzena de 2016 mas posso afirmar categoricamente que esse é um dos meus livros favoritos da vida

Me senti vivendo todas as atrocidades da guerra, me vi envolvida nas tramas dos resistentes e na vida dessas duas irmãs fora do comum. Amo me surpreender com as personagens, essas duas me conquistaram para valer....Tão diferentes entre si, tão cheias de traumas, porém tão fortes, apaixonadas, cheias de bons valores e conceitos e acima de tudo, corajosas ao extremo quando o assunto era proteger a família e seus ideais. Sei que é ficção, mas tenho certeza, é fato comprovado pela história, que realmente existiram pessoas assim nos períodos de guerra - períodos negros na historia da humanidade - e essas duas mesmo achando que suas formas de ajudar era insignificante, fizeram a diferença na vida de várias pessoas.

Eu sei, estou falando demais, quando a minha promessa é ser sucinta sempre, então LEIA ESSE LIVRO, pleaseeee, ele é maravilhoso!!!

Favoritei!!!!

“Neste épico passado na França da Segunda Guerra, duas irmãs se afastam por discordarem sobre a ameaça de ocupação nazista. Com temperamentos e princípios divergentes, cada uma delas precisa encontrar o próprio caminho e enfrentar questões morais e escolhas de vida ou morte.” - Christina Baker Kline, autora de O trem dos órfãos França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes. Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva. Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.

Bora pegar uma nova remessa de livros, visto que entre ontem e hoje terminei os 3 que vinha lendo...tem 2 aqui começados e na geladeira (deixarei eles lá mais um cadinho) porque até agora, esse ano, só peguei livros bons pra ler! Que continue assim...

Beijosss

4 comentários:

  1. Muita emoção em um livro hein ... Vou passar ele na frente, to mais curiosa ainda agora kkkkk

    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Uau...que perfeito!
    Realmente será um dos meus favoritos também

    ResponderExcluir
  3. Amiga,
    Parece perfeito! Eu já tinha amado o Jardim de inverno e já queria ler só por ser da mesma autora. Tem todos os elementos que eu adoro!
    Obrigada por compartilhar suas leituras !
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. comprei esse livro para a amiga secreta e quando vi a capa me apaixonei, quando li a sinopse fiquei louca pela historia, corri e coloquei na lista para ler... nao vejo a hora de ler tambem!!!
    bjs

    ResponderExcluir