Conversinha - Olhos da meia-noite 09/52

Olá pessoal

Estou lendo 4 livros ao mesmo tempo, então por isso estou meio sumida, mas vamos lá, terminei de ler mais esse romance de banca (combinei uma troca e preciso ler antes de enviar) e olha, eu sempre falo que são histórias bem clichês e tals, mas esse eu até que gostei bastante, a história me prendeu e me fez lê-lo em duas sentadas...na primeira vez que o peguei li mais de 100 págs e na segunda vez o finalizei.

Achei a história mais picante que o normal e gostei bastante da mocinha, apesar de querer bater nela em um certo ponto do livro, o que não é raridade, mulher quando coloca uma coisa na cabeça ninguém tira e ela foi bem teimosa e tola...massss, como sempre final felizes para sempre! rsrsr

Bora agora terminar os outros 3 antes de iniciar outras leiturinhas.


INGLATERRA, SÉCULO XI

O coração sente o que os olhos não podem ver...

Filho ilegítimo de um nobre normando, Robert Beaumont tomou-se um dos mais implacáveis guerreiros da Inglaterra. Em reconhecimento por seus serviços à nação, o rei o presenteia com uma propriedade, sob uma condição: que ele se case com a irmã do homem a quem o rei deve favores... Uma jovem que poucos homens concordariam de bom grado em tomar por esposa...

Há anos Imogen Colebrook vive isolada, nas terras frias e ermas do norte da Inglaterra, prisioneira do irmão, um homem sádico e cruel, responsável por sua deficiência... e por prometê-la em casamento a um homem perigoso. No entanto, ao conhecer Imogen, o temido cavaleiro fica deslumbrado por sua rara beleza e pela coragem daquela jovem, condenada a viver num mundo de trevas. Decidido a livrar sua noiva dos tormentos do passado, Robert precisa lutar contra o inimigo poderoso que ameaça destruir a frágil felicidade de ambos, e a conduzir o coração de Imogen pelo caminho da luz e do amor...

beijoss e até logo!

<3

0 comentários:

Postar um comentário