Conversinha - Corações feridos 29/52

Olá pessoal

Eis que estou de volta com mais um livro lido e não sei porque cargas d'água eu insisto em ler algo que não gosto, nesse caso, um livro juvenil...alguém sabe me explicar o porquê?

Esse me foi recomendado por duas amigas e elas me disseram que era triste e choraram e tals, ai fui eu feliz da vida achando que ia chorar litros e nada minha gente, posso dizer que derramei duas lágrimas! rs

A história é triste realmente e nos mostra uma realidade cruel e muito bem escondida, de lares abusivos, fanatismo religioso, conivência de um dos pais em relação à esse abuso, abandono, etc e etc. Por essa temática eu digo que não foi uma perda de tempo, mas só por isso. Achei a narrativa cansativa e sério, tinha horas que me perguntava se a Rebecca era doida e estava imaginando tudo aquilo, rsrsrs, porque o lance de ver e conversar com a irmã morta foi super estranho.

Mas enfim, tarefa dada é tarefa cumprida, ele estava na minha TBR do Leitura Inesquecível e agora já posso riscá-lo da lista. Também é o livro da semana 29 do #52em52 e vamos que vamos para os próximos.

Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa. Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa. No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte... Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?


Bom, é isso por hoje.

Beijos e uma boa semana a todos!

<3

0 comentários:

Postar um comentário