Conversinha - Tigres em dia vermelho 39/52

Olá pessoal

Continuando as leituras por aqui, dessa vez peguei o Tigres em dia vermelho, que estava na TBR do Verão do projeto Leitura Inesquecível, mas ele super se encaixou aqui no outono também.

Não é um livro Brastemp, mas gostei da leitura e não achei que foi perda de tempo, gostei da divisão do livro, das personagens e também do lance de presente e passado. Gosto de narrativas assim...
O final foi meio "dias perfeitos" do Raphael Montes, kkkk (quem leu vai entender!!!)

Achei bem verdadeiro a construção das personagens e suas múltiplas facetas, a autora conseguiu fazê-las bem reais, humanas e falíveis. A trama e o drama familiar também me atraiu.

Enfim, não é um livro que indico, mas como disse acima, também é uma leitura agradável!


A Segunda Guerra Mundial acaba de chegar ao fim, e as primas Nick e Helena irão se separar pela primeira vez. Helena está de mudança para Hollywood, onde um novo casamento a espera, enquanto Nick embarca rumo à Flórida para se juntar ao marido. Para as duas, que cresceram passando os verões em Tiger House, a gloriosa propriedade da família na ilha de Martha’s Vineyard, aproveitando os dias quentes e as noites regadas a gim, o mundo parece cheio de possibilidades. Em pouco tempo, porém, Nick e Helena percebem que a realidade não corresponde a seus sonhos, e, com o passar dos anos, as viagens para Tiger House assumem uma nova complexidade.Sucesso de público e crítica, Tigres em dia vermelho é uma estreia inesquecível da autora Liza Klaussmann, eleito o livro do mês da Amazon, em julho de 2012. Magnificamente narrado a partir de cinco perspectivas, é um romance repleto de traição, paixão e violência, escondidos sob uma fachada de polidez e riqueza. Um suspense familiar com uma conclusão surpreendente.

Bom, é isso por hoje!

#leiturainesquecível2016
#52em52  - semana 39

bjsss

0 comentários:

Postar um comentário