Conversinha - A herança de Ana Bolena

Olá pessoal

Olha eu aqui depois de muito tempo para fazer mais uma conversinha. Quem me acompanha aqui no blog deve ter visto que ano passado comecei a ler essa série da Philipa Gregory, Os Tudors e esse é o terceiro livro.

Nesse teremos o Rei Henrique VIII já idoso e debilitado por conta de um ferimento da perna, mas lunático e autoritário como percebemos nos livros anteriores, cheio de vontades e muito dono de si. Confesso que foi difícil imaginá-lo velho, mas tá valendo, rs

Aqui teremos a história de duas rainhas que estiveram ao lado de Henrique por pouquíssimo tempo, pois ele sempre dava um jeitinho de se livrar delas quando não queria assumir o compromisso de coroá-las, quando já não era mais do interesse pessoal ou político dele.

Temos Ana de Cleves e Catarina Howard...num espaço muito curto de tempo ambas reinaram ao lado de Henrique e podemos dizer que só Ana de Cleves teve um final feliz e não tumultuado e a pequena Kitty, a rainha-criança, teve um final tão trágico quanto o de Ana Bolena, também sua parente.

Tiranismo puro e absoluto nas mãos desse rei louco e neurótico. Veremos agora o que os próximos volumes nos trarão, já estou ansiosa!


Em 1539, toda a corte dos Tudor encontra-se apreensiva. Henrique VIII está doente e envelhecido, com apenas um herdeiro, o pequeno Eduardo, de 3 anos de idade. O soberano inglês precisa de uma nova consorte. No entanto, as três mulheres que frequentaram o leito real sofreram ao lado do poderoso monarca. Interessado em estreitar as relações com a Alemanha - e, por extensão, aliar França e Espanha do tabuleiro político - Henrique VIII negocia um novo casamento, com Ana de Cleves, a qual conhece apenas por uma tela do pintor Hans Holbein. Escolhida para ostentar a coroa inglesa, a jovem consorte pressente que a corte mais se parece com uma armadilha prestes a se fechar a seu redor. Enquanto isso, Catarina Howard, dama de companhia de Ana de Cleves, tem a consciência de que sua beleza é notada por todos os homens da corte - e está disposta a seguir os passos da prima Ana Bolena e tomar o assento ao lado de Henrique VIII. Porém, se há mulher que deseje o poder a qualquer custo, ela é Jane Bolena. Seu passado tem o gosto amargo da traição e morte. Viúva do irmão de Ana Bolena, viu o marido e a cunhada serem executados por traição. Agora, ela tem um único objetivo na vida: manipular o destino da nova rainha e ser, dos bastidores, a mulher mais poderosa da Inglaterra.


Bom, é isso por hoje

beijinhos

Leila

<3

0 comentários:

Postar um comentário